quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

"Que se há de fazer com a verdade de que todo mundo é um pouco triste e um pouco só."

— Clarice Lispector -A hora da estrela
"Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros." 

— Clarice Lispector

[Último bilhete escrito no hospital da Lagoa, Rio de Janeiro, em 7.12.1977].
Convivência entre o poeta e o leitor, só no silêncio da leitura a sós. A sós, os dois. Isto é, livro e leitor. Este não quer saber de terceiros, não quer que interpretem, que cantem, que dancem um poema. O verdadeiro amador de poemas ama em silêncio...

- Mario Quintana
O tempo é o maior tesouro de que um homem pode dispor; embora inconsumível, o tempo é o nosso melhor alimento; se medida que o conheça, o tempo é contudo nosso bem de maior grandeza; não tem começo, não tem fim; [...]

- Raduan Nassar - Lavoura arcaica

sábado, 17 de dezembro de 2016

Plenitude é quando a vida cabe no instante presente, sem aperto, e a gente desfruta o conforto de não sentir falta de nada.

-Ana Jácomo
© Joel Robison


"É tão breve tudo, a estrela risca o céu de escuro a escuro e findou-se a vida".

(Adélia Prado)

Amor violeta

O amor me fere é debaixo do braço,
de um vão entre as costelas.
Atinge meu coração é por esta via inclinada.
Eu ponho o amor no pilão com cinza
e grão de roxo e soco. Macero ele,
faço dele cataplasma
e ponho sobre a ferida.

- Adélia Prado
[...] Não sinto angústia, 
só uma espera ansiosa.
Alguma coisa vai acontecer.
não existe o destino.
Quem é premente é Deus.

- Adélia Prado
"Esconder-se no porão, de vez em quando, é necessidade vital. Precisamos de silêncio e solidão, e, não, apenas os poetas. Senão, corremos o perigo de nos esvairmos em som, fúria e esterilidade. O campo para que a palavra se instale para o autor e para o leitor é o campo do silêncio e da audição."

- Adélia Prado
DO RECOMEÇO

Deixei de me por de lado, pra ser protagonista da minha história. Chega de me doar, chega de me doer, já dizia Caio.

Os olhos, carregados de amor, passam primeiro por mim. Me investigo, me acarinho, me visto de coragem, me cubro de ternuras. Analiso o que há de melhor e pior em mim. Boto tristezas pra dormir, faço faxinas de tirar todos os sentimentos do lugar, abro todos os cômodos do coração, pra deixar só a leveza tomar espaço. Depois o outro. Depois, aquele que precisa de mim. Porque se eu não o fizer, se eu não me tratar com respeito, eu não estarei pronta para ninguém.

É preciso um baita amor pela gente, sim, todo santo-dia, pra não desistir. Num mundo em que a falta de sol toma conta, é tempo de voltar-se pra dentro e trazer de lá uma luz qualquer.

(Cris Carvalho)

Imagem: © Jenna Martin
Imagem: © Richard Desmarais

“Sobre todos aqueles que ainda continuam tentando,
Deus, derrama teu sol mais luminoso”. 

(Caio F. Abreu)

sábado, 10 de dezembro de 2016

Eu, hoje, faço muito tempo. Sou lembrança. Um tom sépia, um cheiro de história contada por alguém numa cadeira de balanço, enquanto um e outro olhar atento tenta decifrar as memórias do que é antiguidade. Talvez meu lado de dentro seja um relicário... 

(Jaya Magalhães)

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

“As metáforas são muito perigosas. 
Não se brinca com as metáforas. 
O amor pode nascer de uma simples metáfora.” 

― Milan Kundera

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Só é capaz de se comportar com delicadeza quem tem necessidade dessa mesma delicadeza.

(Hermann Hesse)

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

"Para ser o que sou hoje, fui vários homens e, se volto a encontrar-me com os homens que fui, não me envergonho deles. Foram etapas do que sou. Tudo o que sei custou as dores das experiências. Tenho respeito pelos que procuram, pelos que tateiam, pelos que erram. E, o que é mais importante, estou persuadido de que minha luz se extinguiria se eu fosse o único a possuí-la".

 - Goethe - 

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

"A vida é igual um livro. Só depois de ter lido é que sabemos o que encerra. E nós quando estamos no fim da vida é que sabemos como a nossa vida decorreu. A minha, até aqui, tem sido preta. Preta é a minha pele. Preto é o lugar onde eu moro."

- Carolina Maria de Jesus, em "Quarto de despejo"

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

O que eu não aceito é ter nascido num mundo tão grande e conhecer só uma pequena parte. Vou voar. Quem conseguir compreender, que me acompanhe.

Verônica H.
Você não sabe, Menino, mas eu machuco as pessoas. Eu faço com que elas se apaixonem por mim como um desafio, como uma criança testando seus limites. Então enjoo do meu jogo e não dou explicações. Destruo corações que se abrem pra mim com tanto esforço, na esperança de terem encontrado alguém legal.

- Verônica H.
"[...] Deve ter algum processo em andamento dentro de mim, querendo explodir de alguma forma. Ou esse desgosto é já um jeito de ser? Se for assim, não quero acostumar..."

-Caio F. Abreu
Carta a José Márcio Penido
Pensas ser amor 
e é apenas uma ferida. 
Há feridas 
que parecem amor.

- Pedro Chagas Freitas -